Porque sou um psicoterapeuta

Ser psicoterapeuta é uma escolha bem mais abrangente do que apenas ajudar pessoas que passam por dificuldades pessoais, emocionais ou de qualquer outra natureza. Nós também crescemos em humanidade em cada relação de confiança construída nas sessões de terapia.

Quando alguém me procura, quando alguém chega ao consultório, não tenho como saber quais dificuldades ou questões irá trazer… O que sei é que – por trás da maioria dessas dificuldades – existem muitos medos, tristezas, vergonhas, raivas e outros sentimentos que aprendemos desde crianças que não deveríamos sentir, muito menos expressar.

A principal forma de ajuda, pelo menos no momento inicial, é poder respeitar e acolher sem julgamentos aqueles que trazem suas necessidades, pois suas questões são únicas, surgidas em histórias de vida provavelmente bem difíceis. O simples fato de poderem confiar em alguém – um desconhecido até bem pouco tempo antes –, podendo se expressar e perceber conteúdos de si mesmos, como nunca haviam feito antes… Isso, por si só, já é bastante curativo!

O psicoterapeuta é aquele que segue ao lado do cliente nessa caminhada, não para passar a mão na sua cabeça, muito menos para lhe dizer o que fazer, mas para lembrar-se e também ao cliente que, quando caminhamos juntos, nossa força e confiança crescem. Só assim pode surgir a coragem (cor=coração, agem=agir) para seguir adiante nessa busca por crescimento pessoal.

Anúncios
Publicado em Alexandre Vieira | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário